Diabetes e glicemia elevada, como controlar?


No passado considerávamos o valor de glicemia acima de 100 e abaixo de 120 um resultado normal.


Nessa época, orientávamos o controle periódico laboratorial e mudanças no estilo de vida.

No diagnóstico e controle da Diabetes, a avaliação da glicemia de jejum (8 a 12 horas) é um exame adequado para conhecer o nosso perfil de glicemia e de resistência à insulina. Deve ser inferior a 100mg/dl.


No entanto, muitas vezes precisamos associar a dosagem da hemoglobina glicada, que avalia a média da glicemia nos últimos 21 dias. Com isso teremos uma maior acurácia no diagnóstico. Podemos complementar com a dosagem de insulina com cálculo do índice HOMA e glicemia pós prandial (duas horas após o almoço).


O tratamento correto indica redução de peso e orientação nutricional com restrição calórica global, baixo consumo dos carboidratos simples, o famoso açúcar comum. Os carboidratos complexos, existentes nas frutas, mel e sucos também devem ser reduzidos.


A atividade física de 3 a 5 vezes por semana, mesclando exercícios aeróbicos (caminhada, bicicleta e corrida), deve ser uma constante.


No controle do sobre peso e da obesidade devemos, muitas vezes, associar medicamentos para reduzir a fome e aumentar a sensação de saciedade, com isso, diminuindo nossa ingestão de alimentos.


Atenção nos resultados laboratoriais do colesterol e frações, ácido úrico, função renal e hepática, bem como, exames que avaliam a "inflamação" como um todo.


A Diabetes é um dos mais importantes "fator de risco" para a doença cardiovascular e deve ser controlada de forma eficaz.


Dr. Daniel Magnoni | @drdanielmagnoni

4 visualizações0 comentário